COMO FUNCIONAM?

Os camiões com sobras de betão posicionam-se no reciclador e, através do sistema de limpeza deste, entra água para a lavagem da cuba, para assim se reduzir a consistência do betão sobrante e convertê-lo em betão fluido. O betão fluido e a água são descarregados na tremonha do reciclador e são lavados dentro deste, separando-se as partículas de cimento e areia fina do resto.

As partículas de cimento e areia, juntamente com a água sobrante são descarregadas em balsas ou depósitos de água residual. Os inertes (cascalho/areia), depois de percorrido o circuito dentro do reciclador, são descarregados pela parte da frente deste e podem ser reutilizados para o fabrico de novos betões. Os depósitos de água residual mantêm as partículas em suspensão através dos agitadores instalados nos mesmos.

A água residual é bombeada a partir das balsas da central de betão para a elaboração de novos betões, podendo controlar-se a densidade da mesma com a instalação de um densímetro e ajustar-se assim a entrada de água limpa necessária para regular a densidade da água nos depósitos.

Com este processo, o betão chega à instalação de reciclagem e é separado dos materiais que o compõem; inertes, cimento e água, conseguindo-se assim fechar o circuito de materiais e gerar um resíduo "0".
MOD_COALAWEBSOCIALLINKS_POWERED CoalaWeb